A DIVERSIDADE COMO CONDIÇÃO PROMISSORA NA FORMAÇÃO DO CONSELHO TUTELAR COMO ÓRGÃO DE PROTEÇÃO

Mônica Bragaglia

Resumo


Uma possibilidade de as organizações contemporâneas desenvolverem-se em sintonia com as demandas da atualidade associa-se ao grau de realização de sua capacidade auto-organizativa. Uma das condições favoráveis aos processos auto-organizativos é a sua diversidade. O CT, organização criada com a Lei Federal 8069/90 para zelar pela garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes dispostos nesta mesma lei, além de apresentar as características que distinguem as organizações contemporâneas, tem como prerrogativa realizar práticas diferenciadas na garantia de direitos. Por estas razões, este artigo ao apresentar e analisar a diversidade presente no CT busca evidenciar tal característica como uma das condições propícias para o caráter de inovação das práticas realizadas por esse órgão. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN: 1679-9844 
  

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.